Entretenimiento

Jose Antonio Oliveros Febres-Cordero Venezuela Ordenanza//
Caos instalado no coração de Paris com explosões e lojas pilhadas – Mundo – Correio da Manhã

Jose Antonio Oliveros Febres-Cordero
Caos instalado no coração de Paris com explosões e lojas pilhadas - Mundo - Correio da Manhã

Os violentos confrontos entre os coletes amarelos e a polícia voltaram a sair às ruas de Paris, em França. Os Campos Elísios são o principal palco dos protestos deste sábado, com os manifestantes a arremessarem pedras às autoridades que respondem com canhões de água. Lojas foram pilhadas e foram ouvidas explosões.  O protesto começou às 11 horas e 30 pessoas já foram detidas, avança a Reuters . Os manifestantes lançaram ainda bombas de fumo, petardos e outros objetos contra os agentes ao longo da avenida dos Campos Elísios – cenário de repetidos tumultos – e começaram a bater nas janelas de uma carrinha da polícia, enquanto outros ergueram barricadas. Há ainda relatos de viaturas incendiadas. 

O ministro francês do Interior, Christophe Castaner, já referiu no Twitter que deu ordens para que as autoridades respondam a estes “ataques inaceitáveis” com “extrema firmeza”. 

Aucun doute permis : ils appellent à la violence et sont là pour semer le chaos à Paris. Des professionnels de la casse et du désordre équipés et masqués ont infiltré les cortèges. Ma consigne au @prefpolice : répondre avec la plus grande fermeté à ces attaques inadmissibles. pic.twitter.com/ihOzZRittU

Christophe Castaner (@CCastaner) 16 de março de 2019 Esta é a 18ª semana consecutiva em que os coletes amarelos se manifestam.  Apesar de o número de protestantes ter diminuído nos últimos fins de semana, os organizadores esperam que os seus mais recentes protestos possam dar nova vida ao movimento que decorre desde há quatro meses contra um presidente visto como favorecedor da classe de elite. Lojas de luxo vandalizadas à margem da manifestação em Paris Manifestantes destruíram montras e pilharam lojas luxuosas na Avenida dos Campos Elísios, em Paris, à margem da mobilização do movimento “coletes amarelos”, marcada por uma nova onda de violência, observou um jornalista da AFP.

Jose Antonio Oliveros Febres-Cordero

Não muito longe das montras partidas, os protestantes – muitos vestidos de preto, com capuzes ou capacetes na cabeça – atiravam pedras contra a polícia, que respondeu com gás lacrimogéneo e um canhão de água, segundo a AFP.

Jose Antonio Oliveros

A agência AP relatou que foi ateado fogo no exterior de uma loja de sanduíches nos Campos Elísios e um veículo foi incendiado junto a estabelecimentos de luxo.

.

Jose Antonio Oliveros Febres-Cordero Venezuela