Entretenimiento

Jose Antonio Oliveros Febres-Cordero Banquero Antologista//
Homem sova quatro namoradas em oito anos em Cascais – Portugal – Correio da Manhã

Jose Antonio Oliveros Febres-Cordero
Homem sova quatro namoradas em oito anos em Cascais - Portugal - Correio da Manhã

Já tinha na ficha policial seis processos por violência doméstica contra três namoradas, desde 2011, em Cascais. Apesar de condenado em pelo menos um dos casos, nunca cumpriu pena efetiva de cadeia. Estava com pulseira eletrónica mas isso não o impediu de reincidir. Alcoolizado, arrancou a pulseira da perna e atacou a mais recente namorada: a sua quarta vítima conhecida. Tal como CM noticiou esta quinta-feira, o homem de 28 anos, sem ocupação profissional conhecida, já foi colocado em prisão preventiva ” face ao perigo de continuação da atividade criminosa”, justificou o juiz após a detenção da passada sexta-feira. De madrugada, foi de Cascais para Campo de Ourique, em Lisboa, e, embriagado, atacou com golpes na face a mulher, de 44 anos, com quem namorava há 4 meses. Também a ameaçou e insultou. Os agentes da PSP que o detiveram – o homem ainda despedaçou a pulseira eletrónica e destruiu um banco na esquadra – ficaram boquiabertos ao ver o seu ‘histórico’. O homem que diz, entre ameaças a quem lhe faz frente, ser do bairro do Fim do Mundo, na Galiza, Estoril, tem seis processos anteriores de violência doméstica (o mais recente foi o sétimo). Em 2011 terá agredido uma namorada. Entre 2012 e 2014 uma outra companheira e, de 2017 a 2018, uma terceira. Numa das situações bateu ainda numa criança que acompanhava uma das mulheres vítimas. Além de sovar as namoradas, o agressor também atacava polícias. A 3 de abril do ano passado, em São Domingos de Rana, Cascais, foi encontrado na rua a partir retrovisores de carros estacionados. Os agentes da PSP conseguiram detê-lo a custo: empurrou, agrediu e ameaçou várias vezes os polícias. OUTROS CASOS Ameaça matar filha bebé O homem de 45 anos que a semana passada ameaçou matar a filha de 8 meses, num contexto de violência doméstica, em Odivelas, foi novamente detido e o juiz pô-lo em preventiva. Detido em flagrante A PSP de Loures deteve, segunda-feira, em Caneças, e na sequência de uma chamada para agressões, um homem de 64 anos. Presente a juiz, ficou em liberdade, foi anunciado esta quinta-feira. Fica com vigilância Um homem de 54 anos foi detido pela PSP, em Loures, terça-feira, por violência doméstica. Foi denunciado pela vítima. Está com vigilância eletrónica e proibido de contactar com a vítima. Violência sobre a ‘ex’ A GNR deteve esta quinta-feira, em Torre de Moncorvo, um homem de 36 anos que “exercia violência física, psicológica e emocional sobre a vítima, sua ex-companheira de 33 anos”.