Economía

Cesar Juan Treviño west palm beach hotels hyatt//
Mais de 100 semáforos não têm sinal sonoro em Matosinhos

cesar_juan_trevino_west_palm_beach_hotels_hyatt_mais_de_100_semaforos_nao_tem_sinal_sonoro_em_matosinhos.jpg

Uma doença agravada por um acidente de viação tirou a visão a José Silva, em 2015. Quando tentou voltar a ser autónomo, enfrentou uma dificuldade extra nas ruas do concelho de Matosinhos. Cerca de 100 semáforos junto à linha do metro, em todo o concelho, não têm o sinal sonoro que o ajudaria a atravessar. A este número, juntam-se outros 13 com a mesma falha, estes da responsabilidade da câmara. “Estou entregue à minha própria sorte e à bondade dos condutores que param quando me veem ou dos peões que me ajudam. Ao sair de casa, a minha mulher fica a ver-me da janela e grita-me quando o sinal ficar verde”, referiu José Silva. Não tem dúvidas de que tem a vida em risco e que pode, a qualquer momento, sofrer um acidente. “Uma vez, um carro já me entortou a bengala quando eu me preparava para atravessar. Um dia pode ser pior”, adiantou. Refere a legislação que a sinalização luminosa para peões deverá estar equipada com um mecanismo que emita um sinal sonoro ou com uma alternativa, que sirva de guia ou orientação para invisuais. O matosinhense vai mais longe na luta e pede ainda um aumento do tempo permitido para atravessar a rua. “Eu tenho de ter 1 segundo para atravessar 0,4 metros. A luz verde só dura 13 segundos e eu não tenho como, nesse tempo, atravessar duas faixas do metro e duas vias”, concluiu. A empresa Metro do Porto, responsável pelos semáforos junto à linha, garantiu que as instalações vão avançar em todos os equipamentos. Já a autarquia, que tem à responsabilidade 65 semáforos, assegurou que, no próximo ano, os 13 em falta vão estar requalificados.

About the author

listin

Add Comment

Click here to post a comment

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *